“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

IMM participa do Programa de Formação Voluntários da Paz



FOTO: DIVULGAÇÃO

Objetivo é instituir uma política de pacificação social inspirada nos princípios e práticas da Justiça Restaurativa.
O IMM participou do Programa de Formação Voluntários da Paz que teve como enfoque os círculos de construção de paz em um viés de prevenção e de fortalecimento de vínculos. O objetivo é instituir uma política de pacificação social inspirada nos princípios e práticas da Justiça Restaurativa, a ser desenvolvida mediante atividades de pedagogia social para promover a Cultura da Paz e do Diálogo, e a oferta de serviços de solução não violenta de conflitos.
Durante o evento, o IMM foi representado pela pedagoga Érica Cristina Lemes e pela assistente social Fernanda Matos. “A participação foi de fundamental importância tendo em vista o trabalho intersetorial e em rede que o IMM desenvolve. Foi muito interessante participar do curso onde as práticas restaurativas tiveram início”, afirma Érica. Era ressalta que a cidade de Caxias do Sul já vem desenvolvendo esse trabalho há 10 anos.
A iniciativa pioneira foi criada pela Lei Municipal nº 7.754/14. Desde o seu início, em novembro de 2012 até final de dezembro de 2015, os facilitadores do Programa Caxias da Paz atenderam quase dois mil casos. Em três anos, mais de 11 mil pessoas se sentaram em círculos para compartilhar pontos de vista, fortalecer relacionamentos, enfrentar questões difíceis, superar traumas, tomar decisões, formular acordos e planos de compromissos.
Uma segunda turma de Ponta Grossa, indicada pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) irá participar em novembro do referido curso. O Programa de Formação Voluntários da Paz aconteceu nas dependências da Universidade de Caxias do Sul (UCS) nos dias 05, 06 e 07 de outubro.
Informações da Assessoria de Imprensa.

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...