“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 25 de maio de 2017

PRÁTICAS RESTAURATIVAS - Unidades socioeducativas de Ponta Grossa são premiadas

Comissão de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Paraná, reconhecendo os esforços e os trabalhos do Centro de Socioeducação e Casa de Semiliberdade de Ponta Grossa na implementação de práticas restaurativas, premiou as unidades com o Selo Gralha Azul. Curitiba, 23/05/17. Foto: Divulgação/ SEJU

O Centro de Socioeducação e a Casa de Semiliberdade de Ponta Grossa foram premiados pela comissão de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Paraná com o Selo Gralha Azul. O reconhecimento se deu pelo trabalho dos centros na implementação de práticas restaurativas.

O selo foi instituído com objetivo de reconhecer e credenciar a aplicação de práticas restaurativas em ambientes públicos e privados do Estado visando fomentá-las. “A premiação foi o reconhecimento ao trabalho feito com os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na unidade”, disse a diretora do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa, Vera Kanawate.

“Receber um prêmio estimula o engajamento dos servidores com a proposta de sempre melhorar o trabalho realizado dia a dia. O reconhecimento pelo trabalho faz com que os servidores se sintam reconhecidos e busquem o aperfeiçoamento de suas ações”, destacou o diretor da Semiliberdade, Saulo Lopes.

PRÁTICAS RESTAURATIVAS - Para o secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior, o programa Justiça Restaurativa visa dar oportunidade das partes resolverem seus conflitos fora da esfera judicial. “Com este trabalho vemos a possibilidade das situações serem resolvidas de maneiras pacíficas, onde não envolvam maiores fatores, isso torna as unidades um ambiente mais eficaz para trabalhar com os adolescentes em busca da ressocialização”, disse.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:


Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...