“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Agência realiza 12º VML Foundation Day em 28 países

Aqui no Brasil, a VML, em parceria com o Ministério Público de SP, irá capacitar promotores de justiça a promoverem causas de interesse da população nas redes sociais (divulgação)
Nesta quinta-feira (29), mais de 2.500 colaboradores da VML, em 28 países, participam da ação anual de voluntariado da rede: o VML Foundation Day, que está em sua 12ª edição. No Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), a agência vai capacitar promotores de justiça a utilizarem os recursos de live videos, do Facebook, para disseminarem nas redes sociais causas extremamente importantes para a população junto às mais variadas instâncias públicas.
São ações que envolvem temas como violência contra a mulher, pessoas desaparecidas, patrimônio público, saúde pública, educação, justiça restaurativa, inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e acessibilidade em escolas, meio ambiente e segurança pública.
“Contar com a expertise de profissionais tão talentosos como os da VML é um privilégio. O Ministério Público faz um trabalho que muitas vezes não chega ao conhecimento da opinião pública, especialmente dos jovens. Aprender a lidar com as ferramentas da comunicação digital vai ajudar bastante a divulgar o trabalho dos promotores de Justiça em todo o Estado”, afirma o Procurador-Geral de Justiça do MP-SP, Gianpaolo Smanio.
VML foundation day agência ação voluntariado ministério público redes sociais causas importantes
Para receber o treinamento da agência, grupos de agentes públicos recebem os colaboradores na sede do MP-SP na capital paulista e, também, em cidades como Guarujá, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Taquaritinga, Mogi das Cruzes e Barueri. Na ocasião, os vídeos produzidos serão veiculados ao vivo nos perfis dos promotores e publicados no Facebook, para atingir um público maior de pessoas.
No total, nove promotores de Justiça farão parte do programa de treinamento. São eles: Valéria Diez Scarance Fernandes (Violência Contra a Mulher), Eliana Faleiros Vandramini Carneiro (Desaparecidos), Eloy Ojea Gomes (Patrimônio Público), Flavio Okamoto (Saúde Pública), Antônio Carlos Ozório Nunes (Educação), Luís Roberto Jordão Wakim (Justiça Restaurativa), Luiz Antonio Miguel Ferreira (Deficiência – Educação), Cláudia Maria Lico Habib Tofano (Meio Ambiente) e Renato Kim Barbosa (Segurança Pública).
Para Fernando Taralli, presidente da VML, a ação utiliza o know how da agência e o poder viral das redes sociais para promover a discussão de assuntos que nem sempre ganham espaço e visibilidade de forma geral na mídia.
O projeto de voluntariado encampado pela agência contou com várias etapas. Na primeira delas, em parceria com o MP-SP, foram selecionadas as principais causas defendidas pela Promotoria no Estado de São Paulo que vão se  beneficiar da interatividade com a sociedade, proporcionada pelas redes sociais. Em um segundo momento, todos os mais de 100 colaboradores foram treinados para, a partir das peculiaridades de cada uma das ações judiciais, planejar e orientar os promotores públicos a atuar, de forma estratégica e tática, nas redes sociais.
Nesta etapa final, os grupos vão se dividir nas cidades de São Paulo, Guarujá, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Taquaritinga, Mogi das Cruzes e Barueri, com a meta de aumentar a visibilidade para as causas.

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...