“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Tdh realiza oficina em três escolas estaduais


Na quinta-feira (22), Tdh Lausanne no Brasil realizou uma oficina com os alunos sobre o direito à participação de crianças e adolescentes. A oficina aconteceu, simultaneamente, em três escolas públicas da rede de ensino estadual: Luiza Távora Promorar; Miriam Porto Mota e Maria da Conceição Porfírio Teles.
A atividade faz parte do calendário do Programa Geração da Paz, que integrou o Projeto “Por uma cultura de Paz: mediação de conflitos e práticas restaurativas nas escolas” em quatro escolas estaduais.
Amor, respeito, atenção e igualdade. Essas foram as respostas ditas pelos adolescentes da Escola Estadual Maria da Conceição Porfírio Teles ao serem perguntados: “Para você ficar bem, como gosta de ser tratado?”.
No decorrer da atividade foram feitos dois questionamentos: como vocês participam na escola? E, quais as maneiras que vocês têm ou gostariam de ter de participar na escola? Cada grupo expôs seus pontos de vista a partir de suas realidades e trouxeram questionamentos para melhoria da escola. O evento foi avaliado positivamente pelos participantes, que solicitaram novos encontros.
Nádia Cândido, socióloga de Tdh Lausanne no Brasil, explicou sobre o direito à participação, “toda criança e adolescente tem o direito de expressar a sua opinião garantida na Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança”.
O projeto “Por uma cultura de Paz: mediação de conflitos e práticas restaurativas nas escolas” é uma parceira entre Terre des hommes Lausanne no Brasil, Ministério Público do Estado do Ceará e Secretaria Estadual de Educação (SEDUC), que busca a resolução de conflitos com respeito às diferenças, a valorização do diálogo, através de Práticas Restaurativas como fator contributivo na prevenção à violência e luta pelo empoderamento juvenil.


-- 
CAMILA CACAU
Comunicação

Rua Pereira Valente, N° 1.655 - casa 20
Cep.: 60160 - 250 - Fortaleza/CE - Brasil
Tel: + 55 85 3263 11 42
Cel: + 55 85 8703 15 10 | Twitter: @tdhbrasil
www.tdh.ch | www.tdhbrasil.org

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...