“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Justiça Restaurativa na Escola conta com mais de 150 atendimentos

Em outubro de 2012 teve início em três escolas da rede pública estadual de Campo Grande o projeto Justiça Restaurativa na Escola, uma forma alternativa e diferente do sistema tradicional de justiça, que visa prevenir a violência nas relações do contexto escolar, por meio de resolução de conflitos, de modo construtivo e pacífico, utilizando como sua principal ferramenta o diálogo. Ela baseia-se no princípio de que a vítima, ofensor, escola e comunidade devem compartilhar a busca de solução do conflito por meio do diálogo e gradativamente inserir uma cultura de paz.
Atualmente, o projeto conta com mais de 150 atendimentos (conflitos instalados) que incluem tanto o procedimento usual da Justiça Restaurativa - Círculo de resolução de Conflitos (pré-círculo, círculo restaurativo e pós-círculo), como também outras possibilidades de práticas  restaurativas de forma preventiva à violência - Círculos de Apoio, Círculos de Diálogo, Círculos de Compreensão  e orientação aos alunos.
O projeto é uma parceria entre a Secretária do Estado de Educação (SED) e o Tribunal de Justiça de MS, sendo executado pela Coordenadoria da Infância e da Juventude. A princípio foi implantado nas escolas estaduais Arlindo de Andrade Gomes (Bairro Santo Amaro), Hércules Maymone (Bairro Itanhangá Parque) e José Maria H. Rodrigues (Bairro Mata do Jacinto), e após seis meses de atuação o projeto foi ampliado para mais duas escolas estaduais: Marçal de Souza Tupã-y ( Bairro Los Angeles) e Pe. José Scampini (Bairro Cophavilla II).
A Justiça Restaurativa na Escola trabalha para sensibilizar a comunidade para esse novo modelo de justiça, implantando uma Cultura da Paz nas escolas da rede pública, do estado de Mato Grosso do Sul através de integração e articulação de técnicas restaurativas e de espaços de resolução de conflitos buscando ?Uma escola mais justa e uma justiça mais educativa?.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas pelo e-mail jr.escolas@tjms.jus.br,  www.facebook.com/jrnaescola ou pelo telefone 3317-3989.



Fonte: TJ Mato Grosso do Sul - http://www.tjms.jus.br/

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...