“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Conciliação, Mediação e Justiça Restaurativa na FENADOCE

Conciliação, Mediação e Justiça Restaurativa na FENADOCE
Foto: Foro de Pelotas/Divulgação
A Central de Conciliação e Mediação da Comarca de Pelotas esteve presente na Feira Nacional do Doce (FENADOCE), informando sobre acesso à Justiça, cidadania, Conciliação, Mediação e Justiça Restaurativa. A participação ocorreu nos dias 10 e 11/6, no espaço da Prefeitura Municipal de Pelotas.

Durante dois dias da Feira, conciliadores, mediadores, servidores e colaboradores do Foro de Pelotas, acompanhados do Ajuizadinho, boneco temático da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul, prestaram informações a 800 pessoas sobre as formas de composição amigável de conflitos.

A iniciativa integra uma série de atividades de conscientização da comunidade sobre a importância da Conciliação, da Mediação e da Justiça Restaurativa como formas adequadas, céleres, seguras e eficientes de resolução de conflitos.

Voluntária Mariângela Garcia Gonçalves prestou informações à comunidade sobre o trabalho da Central de Conciliação e Mediação em Pelotas

De acordo com o Juiz de Direito Coordenador da Central de Conciliação e Mediação de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, além de divulgar o serviço da Central, a ação busca mostrar as vantagens da solução pacífica e dialogada de conflitos.

Essas atividades de informação da comunidade sobre acesso à justiça, cidadania e meios alternativos de resolução de conflitos são recomendadas pela Resolução nº 125/2010, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e inserem-se no Setor de Cidadania da Central de Conciliação e Mediação.

Blog

Buscando primar pela transparência e facilitar o acesso da população à Justiça, a Central mantém blog, no qual pode ser conferida a íntegra dos resultados das audiências e das pesquisas de satisfação, mês a mês, bem como as demais atividades da Central. Seu endereço é conciliacaopelotas.blogspot.com

Contato

O atendimento na Central é realizado de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na sala 706 do Foro de Pelotas, 7ºandar, na Avenida Ferreira Viana, nº 1134. Telefone: (53) 3279.4900, ramal 1737, e-mail conciliamediaplt@tj.rs.gov.br.

EXPEDIENTE
Texto: Com informações da Comarca de Pelotas
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
imprensa@tj.rs.gov.br 

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...