“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Tdh firma parceria com a Secretaria Estadual de Educação para implementação das Práticas Restaurativas nas escolas estaduais


Promover a paz escolar, estimulando crianças e adolescentes na construção de uma sociedade menos violenta, em que o diálogo seja ferramenta para prevenção da violência e busca de resolução de conflitos.  É com esse objetivo que será realizado o seminário e workshop sobre a temática “Como prevenir e mediar situações de conflito e violências nas escolas?”.
    O seminário ocorre no dia 26 de abril, na Escola Superior do Ministério Público, em Fortaleza, com o objetivo de oportunizar a troca de experiências e aprendizagens sobre mediação de conflito e práticas restaurativas em escolas públicas, fortalecendo as competências locais.
    No evento, será assinado o termo de cooperação técnica com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para implementação do Projeto "Por uma Cultura de Paz: Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas em Escolas" em quatro escolas públicas da rede de ensino estadual: Padre Guilhermino; Luiza Távora; Miriam Porto Mota e Maria da Conceição Porfírio Teles. O projeto pioneiro usa as práticas restaurativas como possibilidade para resolução de conflitos através do diálogo, em que autor e vítima, em um espaço seguro, podem compreender os motivos dos conflitos e deliberarem sobre quais ações devem ser tomadas para a reparação de danos. O projeto também visa à participação de alunos como facilitadores dos processos de resoluções de conflitos contribuindo com o protagonismo e empoderamento destes.
    O evento será divido em duas partes, a primeira será o seminário "dialogando sobre práticas, mediação de conflitos e Práticas Restaurativas nas escolas" e a segunda parte será o workshop: passo a passo para a implantação da Mediação Escolar e Práticas Restaurativas.
    No seminário, que irá ocorrer pela manhã, serão discutidos os alcances e desafios da mediação de conflitos e das Práticas Restaurativas nas escolas, a partir da experiência do Ministério Público de São Paulo, bem como apresentando a experiência desenvolvida pelo Ministério Público do Estado do Ceará, em parceira com Tdh Lausanne no Brasil.
    No período da tarde, será realizado o workshop “Passo a passo para a implementação de Mediação Escolar e Práticas Restaurativas”. O workshop será para convidados, entre eles representantes das escolas estaduais, no qual serão debatidas as experiências de São Paulo e Ceará com mediação escolar e práticas restaurativas nas escolas, abordando temas como as pré-condições para implementação de programas de resolução de conflitos, fluxo de atendimento, articulação escolar, autonomia e prática dos facilitadores.
    O Workshop será facilitado por Antônio Carlos Ozório Nunes, Promotor de Justiça de São Paulo, coordenador do programa de mediação e práticas restaurativas nas escolas do Ministério Público de São Paulo e autor do livro “Como restaurar a paz nas escolas”.
    O evento é uma realização de Terre des hommes Lausanne no Brasil, Ministério Público do Estado do Ceará, Escola Superior do Ministério Público e Núcleos de Mediação Comunitária do Ministério Público do Estado do Ceará.

SERVIÇO
Seminário "dialogando sobre práticas, mediação de conflitos e Práticas Restaurativas nas escolas”.
Data: 26 de abril.
Horário: 8h -12h
Local: Escola Superior do Ministério Público
Inscrições: As inscrições para o seminário serão feitas no local do evento.

-- 
CAMILA CACAU
Estagiária de Comunicação

Rua Pereira Valente, N° 1.655 - casa 20
Cep.: 60160 - 250 - Fortaleza/CE - Brasil
Tel: + 55 85 3263 11 42
Cel: + 55 85 8703 15 10 | Twitter: @tdhbrasil
www.tdh.ch | www.tdhbrasil.org

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...