“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

DIREITO PENAL E JUSTIÇA RESTAURATIVA


OBJETIVO
Objetivo principal será de realizar debates sobre tema vinculado ao acesso à Justiça, nome que leva a comissão. A partir de então, a comissão tratará de questões práticas.
PROGRAMA
IX Debate realizado pela Comissão de Acesso à Justiça com a apresentação do tema Direito Penal e Justiça Restaurativa, sendo realizado debates com convidados.

DEBATEDORES:
DR. PAULO ROBERTO DE SOUZA
Doutor em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná (2003). Mestre em Direito das Relações Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (1996). Graduado em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (1985). Professor adjunto da Universidade Estadual de Maringá. Pesquisador em Justiça Restaurativa e Sistemas Alternativos de Solução de Conflitos, Teoria da Justiça e Direito e Semiótica. Advogado no Paraná, Brasil.

DR. ALEXANDRE RIBAS DE PAULO
Graduado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Mestre e Doutor em Direito pelo Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD/UFSC), na área de Direito, Estado e Sociedade. Atualmente é Professor Adjunto TIDE na Universidade Estadual de Maringá (UEM), lecionando a matéria de Direito Processual Penal. Pesquisador do Ius Commune Grupo de Pesquisa Interinstituional em História da Cultura Jurídica (CNPq/UFSC) e do Grupo de Pesquisa

DRA. ÉRIKA MENDES DE CARVALHO
Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (1996), mestrado em Direito Penal pela Universidade Estadual de Maringá (1998) e doutorado em Direito Penal pela Universidad de Zaragoza, Espanha (2004). Atualmente é Professora Adjunta em regime de tempo integral e dedicação exclusiva na Universidade Estadual de Maringá. Atua como professora visitante na Universidad de Salamanca e como professora convidada nos cursos de especialização em Ciências Penais da UFBA e de especialização em Direito e Processo Penal da UEL e da UFRGS. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, e suas atuais linhas de investigação priorizam temas relacionados à proteção penal de novos bens jurídicos, especialmente do ambiente e da ordenação do território, bem como a análise crítica dos novos paradigmas da ciência penal na contemporaneidade.
LOCAL
Subseção de Maringá Av: Juscelino Kubitschek, 970
HORÁRIOS
Dia 30 de Outubro de 2012, terça-feira, das 19h30 às 22h30
CARGA HORÁRIA
03 horas/aula
NÚMERO DE VAGAS
180 Participantes
INSCRIÇÕES GRATUITAS
INFORMAÇÕES
www.oabpr.org.br/esa
Telefone:(44)3031-4644

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...