“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Para punir e mostrar resultado

Justiça restaurativa quer diálogo entre autor e vítima.

GABRIELA SALES
falesuper@supernoticia.com.br

Responsabilizar e reparar danos causados por um crime de forma integrada pode ser a saída para evitar a reincidência de delitos cometidos por jovens. A Justiça restaurativa é uma nova modalidade do Judiciário, que prevê o diálogo entre os envolvidos no delito como forma de punir e recuperar o autor do dano e a vítima. "Estamos, na verdade, dando uma resposta à sociedade, que cobra uma punição que, ao mesmo tempo, mostre resultados", explicou o juiz da Vara Infracional do Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH), Carlos Frederico Braga da Silva.

Nova em Minas, a modalidade do judiciário já é utilizada em três capitais do país - São Paulo, Brasília e Rio Grande do Sul. "São atuações que estão dando certo e estão conseguindo diminuir a reincidência de crimes", explicou o juiz da Coordenadoria da Infância e Juventude de São Paulo, Egberto de Almeida Penido.

A Justiça restaurativa irá atuar no CIA/BH e no Juizado Especial Criminal, também na capital.

A previsão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) é de que a nova medida já comece a ser utilizada no início do segundo semestre deste ano. Os treinamento estão sendo feitos desde dezembro do ano passado.


_______________________________________________________________

Multidisciplinar


O acompanhamento dos casos será feito por uma equipe multidisciplinar – psicólogos, pedagogos, assistentes sociais, juízes, defensores públicos e Ministério Público – que atuam durante o período determinado pelo juizado.

Para Egberto Penido, a implementação da medida restaurativa permite uma avaliação da gravidade e consequência do dano causado. "Aproximamos vítimas e ofensores, possibilitando que relações possam ser construídas sem perder a responsabilidade da punição", concluiu Penido.

Algumas práticas dessa restauração já são adotadas pelo Juizado Especial Criminal em Belo Horizonte. O objetivo é priorizar por uma resposta adequada para os envolvidos no crime. (GS)

Fonte: http://www.otempo.com.br

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...