“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Coordenação da Infância e Juventude lança propostas para o município


O desembargador e coordenador da Infância e Juventude do Estado, Joenildo de Souza Chaves, esteve no Fórum em Três Lagoas na quinta-feira e apresentou novas propostas à Vara da Infância e Juventude do Fórum do município. Chaves, que também é presidente da Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e Juventude e coordenador da Associação de Magistrados Brasileiros, destacou a importância em investir na criança e no adolescente. Para ele, “elas são o futuro do Brasil”.

Magistrado há 31 anos, ex-juiz em Três Lagoas, disse que uma novidade poderá contribuir para os trabalhos da vara da infância. Ele pretende implantar no município a Justiça Restaurativa. Segundo ele, o projeto visa criar laços entre as vítimas e os infratores, além de seus familiares. A proposta é reunir as duas partes a fim de que ações que possam resolver a infração cometida sejam sugeridas pelas duas partes.

Na ocasião, o desembargador disse que Três Lagoas é uma cidade privilegiada, pois o seu crescimento tem refletido no Poder Judiciário “onde bons projetos que visam oferecer a reintegração da criança e do adolescente à sociedade e à família são desenvolvidos”. Ele destacou o “Projeto Padrinho”, implantado em Três Lagoas há um ano - e no Estado há 10 anos. Através deste programa, as crianças abrigadas no Poço de Jacó podem passar um final de semana na casa do seu padrinho. A partir de então, ela passa a ter um convívio familiar capaz de contribuir para a sua formação. “A família é a base de tudo”, disse o desembargador.

O evento foi encerrado ontem com a participação da juíza da comarca de Campo Grande Katy Braun do Prado. Ela falou a respeito de medidas socioeducativas e sobre o Conselho Nacional de Adoção (CNA). Participaram do encontro juízes, promotores, defensores e equipes técnicas das Comarcas de Três Lagoas, Água Clara, Brasilândia, Bataguassu e Selvíria.


Jornal de Povo de Três Lagoas. 20/08/2011.

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...