“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de março de 2011

Introdução e sensibilização à mediação de conflitos

Eevento promovido pela Escola Paulista de Direito dia 24 de Fevereiro chamado "Introdução e Sensibilização à Mediação de Conflitos e Conciliação". Neste encontro, Ada Pellegrini Grinover, Kazuo Watanabe, Adolfo Braga Neto e Ricardo Cunha Chimenti discutem a progressiva valorização da mediação e conciliação como forma de solução alternativa de conflitos.

A palestra pode ser assistida on-line. Vale a pena ver de que forma os renomados processualistas (Grinover e Watanabe) se pocisionam com relação à mediação: http://www.peakcursos.com.br/palestras/assistir/epd-intro-demanda

Como ressaltou Ada Pellegrini, "é preciso uma mudança cultural no país, da cultura do conflito para a cultura do consenso". 

A tarefa cabe a todos nós.

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...