“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Mesa de Estudos e Debates: 21.09.2010 (terça-feira) - "Justiça restaurativa: o mecanismo da conciliação no JECRIM”

  








Expositores: Laércio Laurelli e Raffaella da Porciuncula Pallamolla

Data: 21.09.2010 (terça-feira)

Horário: Das 10h00 às 12h00

Local: Auditório do IBCCRIM - Rua Onze de Agosto, 52, 2º andar - Centro - São Paulo – SP

Inscrições: Gratuitas, no Portal IBCCRIM

Informações: mesas@ibccrim.org.br ou (11) 3111 1040, ramal 156.

Currículos resumidos:

Laércio Laurelli
- Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo;
- Professor de Direito Penal e Processo Penal;
- Secretário Geral do Grupo de Apoio ao Judiciário – GAJ.

Raffaella da Porciuncula Pallamolla
- Mestre em Ciências Criminais pela PUCRS;
- Membro da Comissão Especial de Práticas Restaurativas e Mediação da OAB/RS;
- Advogada criminalista.

Presidente de Mesa: Eleonora Nacif

Release:

Na Mesa de Estudos e Debates "JUSTIÇA RESTAURATIVA: O MECANISMO DA CONCILIAÇÃO NO JECRIM", serão tratados temas muito relevantes sobre a prática efetiva da Justiça Restaurativa, com a abertura de novos caminhos para a resolução de conflitos diversos do modelo penal tradicional. Entre as iniciativas em vigor no Brasil, destaca-se, desde 2005, o mecanismo de conciliação do JECRIM no Fórum da Barra Funda, São Paulo/SP, onde os conciliadores são formados no próprio Juizado. Busca-se, portanto, a possibilidade de restaurar ao invés de punir, com a participação da vítima na resolução dos conflitos, a reparação do dano e a responsabilização do ofensor de maneira não estigmatizante e excludente.


Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...