“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Artigo: Segurança, sem cuidados: desafios para os valores restaurativos na prisão.

Segurança, sem cuidados: desafios para os valores restaurativos na prisão.
Autor: Profa. Dra. Elizabeth Elliott
RESUMO
fazer download do documento
abrir documento em nova janela
Este artigo examina algumas questões conceituais que surgem ao considerarmos as implicações da introdução da justiça restaurativa na prisão. Usando sem cuidados como uma definição de segurança, a análise focaliza dois conceitos fundamentais da justiça restaurativa: relacionamentos e valores. O significado dos relacionamentos na justiça restaurativa é enfatizado através da lente da justiça aborígene, que é centrada na cura dos indivíduos e de seus relacionamentos. Os valores têm a ver com justiça e cuidado. Estes conceitos são discutidos conjuntamente com duas estratégias de reabilitação específicas das prisões federais canadenses – educação e programação correcional – e em seguida com o projeto geral de reabilitação da prisão na sociedade democrática canadense. Entretanto, ocorrem contradições significativas quando tentamos encaixar dois ideais de reabilitação – relacionamentos e valores – no contexto de uma instituição total punitiva, cuja ênfase predominante é a segurança. Estas contradições são intensificadas quando o conceito penal de segurança, o de "desvinculação e separação", é desafiado por versões concorrentes, provenientes de uma perspectiva de desenvolvimento humano, que consideram que segurança é "vinculação".

Palavras-chave: justiça restaurativa; prisão, centros correcionais; reabilitação; criminologia; punição.

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...