“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

domingo, 18 de abril de 2010

"O Conciliador": novo quadro do Fantástico


Olá, olá, olá!

Estréia neste domingo, no Fantástico, o quadro "O Conciliador". A idéia do quadro é divulgar a conciliação como forma de desafogar a Justiça, na qual tramitam cerca de 70 milhões de processos. 

Segundo o apresentador Max Gehringer, a taxa de sucesso nos casos de conciliação é de 80%, sendo essa "uma alternativa rápida e eficiente para os longos e custosos processos judiciais". 

O programa tentará conciliar no ar todo tipo de conflito, com exceção dos que envolvem crianças ou os trabalhistas. 

As causas para conciliação foram escolhidas pela produção do programa sob orientação do TJRJ. Conforme pesquisa, as mais comuns são as brigas entre vizinhos, situação de um dos seis programas já gravados. 

Na Globo, os acordos entre as partes terão valor legal. Isso porque a negociação, acompanhada por Gehringer, será feita por conciliadores de verdade.


A informação é da coluna Outro Canal, publicada na Folha de São Paulo hoje (15).

Não percam! 

Abraço,
Ivana

2 comentários:

ivana disse...

Oi, Neemias! Agradeço pela divulgação. Espero que o quadro tenha ficado bom. Vamos aguardar. Grande abraço.

Anônimo disse...

Oieee ^^.Gostaria que o Max Gehringer me ajudasse num caso,ou me indicasse se eu devo ou não ir à justiça,para fazer o que deve ser feito.É caso de calúnia,injúria e difamação,que ocorre há 1 ano e pouco e gostaria de resolver conciliando.Obrigada.Alessandra

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...