“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Seminário busca integração e troca de experiências entre operadores da justiça para a infância e juventude

Termina hoje, 30, o Seminário de Articulação dos Operadores de Justiça Infanto-juvenil. O evento, voltado para um público específico composto por juízes, promotores de justiça, delegados e defensores públicos, é uma realização da Seciju – Secretaria da Cidadania e Justiça, em convênio com a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e parceria com a Unitins - Fundação Universidade do Tocantins.

O seminário, que começou ontem, 29, acontece no auditório da Unitins, em Palmas, e encerra um ciclo de atividades do projeto Formação de Educadores que já formou cinco turmas de 236 pessoas, a maioria funcionários de unidades socioeducativas do Estado como motoristas e cozinheiras.

A proposta é discutir o Sinase - Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo e o objetivo é promover a integração e a troca de experiências entre os operadores da justiça infanto-juvenil, além de ampliar o debate sobre a adolescência, o ato infracional e medidas socioeducativas.

Programação
Hoje, segundo e último dia de evento, será ministrada a palestra do Juiz da 3ª Vara da Infância e Juventude de Porto Alegre, Leoberto Narciso Brancher, com o tema: “Medidas Socioeducativas e Justiça Restaurativa” e apresentação de um filme sobre vivências socioeducativas.

Às 11hs, haverá debate e a partir das 14hs, acontece uma mesa-redonda abordando o tema:”O ato infracional e as Medidas socioeducativas: realidade e perspectivas.” Neste período serão apresentadas também experiências dos Operadores da Justiça Infanto-juvenil. Os expositores serão o juiz da Vara de Medidas Socioeducativas de Salvador, Nelson Santana; a juíza da Vara da Infância e Juventude de Porto Nacional, Hélvia Túlia e a promotora de Justiça da Infância e Juventude de Gurupi, Jussara Barreira.

Às 16hs acontecerá, a última mesa-redonda abordando a Municipalização do Sistema Socioeducativo com dois painéis, sendo o primeiro abordando a descentralilzação do atendimento com desafios e perspectivas. Haverá apresentação de experiências com apresentação do juiz da Vara de Execução de Medidas Socioeducativas de Salvador, Nelson Santana do Amaral. O segundo painel será apresentado pelo Juiz Leoberto Narciso Brancher da 3ª Vara da Infância e Juventude de Porto Alegre. Ele irá abordar a des-judicialização do atendimento e a municipalização de Programas em Meio Aberto. O seminário termina às 18 horas. (Com informações da Seciju)

Portal Stylo

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...