“É chegada a hora de inverter o paradigma: mentes que amam e corações que pensam.” Barbara Meyer.

“Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado opressor.” Desmond Tutu.

“Perdoar não é esquecer, isso é Amnésia. Perdoar é se lembrar sem se ferir e sem sofrer. Isso é cura. Por isso é uma decisão, não um sentimento.” Desconhecido.

“Chorar não significa se arrepender, se arrepender é mudar de Atitude.” Desconhecido.

"A educação e o ensino são as mais poderosas armas que podes usar para mudar o mundo ... se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar." (N. Mandela).

"As utopias se tornam realidades a partir do momento em que começam a luta por elas." (Maria Lúcia Karam).


“A verdadeira viagem de descobrimento consiste não em procurar novas terras, mas ver com novos olhos”
Marcel Proust


Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Forum IBCCRIM - Alberto Silva Franco

Tema: Crimes Hediondos
Mediador pelo IBCCRIM: IBCCRIM - Presidente do IBCCRIM (Gestão 2007 e 2008)
Entrevistado(a): Alberto Silva Franco
Data: 16-01-2008 - 11:00:00

Por: Neemias M. Prudente - Maringá - PR Data: 16-01-2008

Prezado Dr. Alberto. Fico feliz de poder participar deste forum, com a participação de um dos maiores juristas humanistas da atualidade. A pergunta é: O modelo de justiça restaurativa poderia ser aplicado em conflitos de acentuado potencial ofensivo, a saber,
os crimes denominados "hediondos?

Caro Neemias. Dependendo do conflito ocorrido, poderseía pensar na possibilidade do modelo da justiça restaurativa. Por ex., no caso que me referi na resoposta antecedente, ou seja, na hípótese do pg 1º-A do art. 273 do CP. Creio no entanto que em se tratando de crimes de conflitos extremamente graves, ainda não estamos preparados para usar o modelo da justiça restaurativa.

Nenhum comentário:

Justiça Restaurativa: Marco Teórico, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos

...

...